Técnicos de enfermagem foram orientados sobre o fluxo para a troca de almotolias

A Policlínica Estadual da Região Nordeste – Posse realizou um treinamento com os colaboradores da unidade sobre o fluxo para a troca de almotolias, vasilhames que servem para depósito temporário de soluções utilizadas geralmente em antissepsia de pele, como por exemplo, álcool 70%, soluções de iodo e outras.

De acordo com a enfermeira Adrielly Nunes, que conduziu o treinamento, a atividade tem a finalidade de orientar os técnicos de enfermagem sobre o fluxo para a troca das almotolias e lavagem das mesmas. “Destacamos que a troca deve ser feita a cada sete dias, conforme a data de validade. Após recolhidas, elas devem ser lavadas tanto na parte interna como externa. É necessário também realizar todo o processo de desinfecção para evitar contaminações”, explicou.

 

Ajustar fonte