Nutricionista da unidade orientou e conscientizou pacientes sobre o tema

A Policlínica da Região Nordeste – Posse realizou nesta sexta-feira, 7, uma ação para orientar os pacientes sobre o consumo de líquidos no tratamento de hemodiálise. A atividade foi conduzida pela nutricionista Hanna Nobre Liah.

A profissional apresentou galões com diferentes quantidades de água e explicou os efeitos do excesso de líquidos durante o tratamento de hemodiálise. Cada galão foi sinalizado com água colorida. Hanna falou sobre a diferença entre peso seco e peso interdialítico. “Peso seco é o peso que o paciente apresenta melhor estado clínico após a sessão de hemodiálise e o peso interdialítico é o peso que o paciente ganha entre uma sessão e outra”, explicou.

A nutricionista orientou a maneira correta de como calcular a quantidade de líquidos que pode ser ingerida pelo paciente por dia e listou alguns alimentos que fazem parte dessa ingestão. “O acúmulo de líquido causa aumento da pressão arterial, inchaço, falta de ar, edema agudo no pulmão, cansaço e sobrecarga no coração”, disse Hanna.

No fim da ação, a colaboradora passou estratégias que amenizam a sede. “mastigar folha de hortelã, consumir frutas geladas, evitar alimentos muito doces e salgados”, finalizou.

Ajustar fonte