Para 62% das pacientes atendidas, essa foi a primeira vez que tiveram a oportunidade de realizar o exame de mamografia na vida

Serviço contribuiu para reduzir substancialmente a fila de espera pelos exames na cidade

A unidade móvel de prevenção aos cânceres de mama e de colo de útero do Governo de Goiás visitou, nas duas últimas semanas, o município de Alto Paraíso. O veículo levou exames de mamografia e de Papanicolau para 186 mulheres. Ao todo, foi possível atender 62% da demanda por esses tipos de procedimentos do município, de acordo com as autoridades de saúde da cidade.

Segundo Aline Pereira dos Santos, coordenadora da Atenção Básica da Secretaria Municipal de Saúde de Alto Paraíso, a lista de espera pelo exame de mamografia era de 303 pacientes. “Essa fila era grande e conseguimos reduzir substancialmente a demanda, o que nos deixou muito satisfeitos. Esperamos que em breve a carreta retorne para podermos zerar essa lista”, comemora Aline.

“Vimos nessa etapa realizada aqui na cidade o quanto esses exames são necessários. Essa foi a primeira vez que um número considerável de mulheres fizeram a mamografia. Antes, para conseguirmos agendar era preciso buscar vaga em Goiânia ou outras cidades”, revelou Aline. Levantamento da cidade de Alto Paraíso apontou que 80 mulheres atendidas nunca haviam feito mamografia na vida, o que preocupou as autoridades de saúde.

A interação entre o Governo de Goiás, por meio da Secretaria de Estado da Saúde de Goiás (SES-GO), e as secretarias municipais é o que tem garantido que um número expressivo de mulheres sejam atendidas. A cada edição da visita, a procura de pacientes para realização dos exames, principalmente de mamografia, é maior.

Aline Pereira contou que todas as pacientes ficaram agradecidas e esperam pelo retorno da carreta da prevenção na cidade. “O Governo de Goiás deu uma ajuda de fundamental importância para a prevenção de doenças com a realização de exames de alto custo indo ao encontro da população. Agora é só aprimorar cada vez mais as experiências e ampliar os benefícios. A parceria do Estado com os municípios só rende coisas boas para a população”, finalizou.

Foto: Divulgação/Instituto CEM

Ajustar fonte